“Ei Mulher, Melhore!”

Há alguns meses (depois de uma depressão acompanhada de transtorno alimentar que quase levou-me à morte) por ideia de uma amiga, decidi criar algo na internet que pudesse ajudar outras pessoas, que assim como eu, sofrem/sofreram com a não aceitação do corpo e das reviravoltas que a vida nos oferta.

Não tinha ideia do que faria, nem que nome colocar. Pedi ajuda para algumas pessoas (que inclusive, roubaram minha ideia… mas isso é assunto para um post inteiro) e não obtive sucesso. Daí, conversando com minha sobrinha (Anne, 17 anos) percebi uma expressão que muito me chamou atenção. Na verdade, essa expressão é comumente usada na cidade/estado que moramos e nessa região do país (Nordeste). Quando eu, no auge das minhas aflições e pessimismo (comuns quando se está depressiva) reclamava de algo, ela soltava num tom de ajuda com uma boa dose de deboche:

“Ei Mulher, Melhore!”

Nascia então, para “felicidade geral da nação”, esse blog. Que tem como intuito, através de textos, vídeos e afins, ajudar e partilhar experiências/ideias sobre os mais variados assuntos, mas principalmente, sobre os transtornos psicológicos e alimentares que hoje, devido essa pressão pela “busca do corpo fitness e saudável” (oi?), são uma constante na sociedade e mundo que habitamos.

Bem-vindos!

Esse blog é nosso, eu apenas tomo de conta. ❤

By Lú Medeiros

Que tal um comentário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: